Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Governo autoriza chamamento de 1.804 servidores temporários para a Segurança

Publicação:

Vinculadas já iniciaram os procedimentos para a seleção dos novos servidores.
Vinculadas já iniciaram os procedimentos para a seleção dos novos servidores. - Foto: Leandro Osório/Especial Palácio Piratini
Por Carine Bordin/SSP

O governador José Ivo Sartori autorizou, nesta segunda-feira (11), o chamamento de 730 servidores da Segurança Pública aposentados e 1.074 egressos das forças armadas para atuarem de forma temporária no Estado. Dos aposentados, 80 irão para a Polícia Civil, 400 para a Brigada Militar (BM), 150 para a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), 50 para o Instituto Geral de Perícias (IGP) e 50 para o Corpo de Bombeiros Militar (CBM).

Já dos servidores temporários, 800 serão destinados à Brigada Militar, 100 ao Corpo de Bombeiros Militar e 174 para as áreas de saúde da BM. No total, são 1.804 vagas para reforçar a Segurança Pública.  

As instituições vinculadas já iniciaram os procedimentos para a seleção dos novos servidores, que devem estar aptos para desempenharem suas atividades ainda no início deste segundo semestre. Os locais de atuação serão definidos por cada instituição, levando em consideração as necessidades de cada região. As atividades poderão ser desenvolvidas por até dois anos, podendo ser prorrogadas no máximo uma vez por igual período.

Os servidores chamados poderão desenvolver atividades de guarda externa de estabelecimentos prisionais, policiamento comunitário, guarda de prédios do Poder Executivo, acompanhamento de videomonitoramento, ações de ensino e treinamento, operações especializadas, atendimento ao público, auxilio em atividades internas e administrativas e condução de veículos oficiais.

Esforço concentrado

Entre as medidas que vêm sendo tomadas para o setor, Sartori destacou o investimento do Estado no reaparelhamento das vinculadas, o chamamento dos concursados e a realização de novo concurso, em andamento. “O nosso esforço para qualificar cada vez mais a Segurança Pública é constante, permanente e integrado. Não podemos nos esquecer das parcerias firmadas com a iniciativa privada e prefeituras, por meio do Sistema de Segurança Integrada com os Municípios (SIM). Recentemente, 21 municípios firmaram convênio para reforçar o videomonitoramento, com recursos da Consulta Popular”, avaliou.

Para o secretário Cezar Schirmer, o chamamento dos servidores representa o esforço do governo do Estado em garantir mais segurança para a população gaúcha. “Eles irão atuar nas áreas administrativas e de monitoramento, qualificando o trabalho das vinculadas e possibilitando a liberação de agentes da ativa para as atividades de policiamento, investigação e prevenção”, disse.

A ação faz parte do pacote de projetos de lei para a Segurança Pública aprovados na Assembleia Legislativa em janeiro deste ano. Das 19 propostas apresentadas pelo Governo, 18 foram sancionadas. Entre elas, o Programa Mais Efetivo e a ampliação do Programa de Militares Estaduais Temporários e programas de reaproveitamento de servidores aposentados da PC, IGP, Susepe e BM.

 

Secretaria da Segurança Pública