Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Dois proprietários de estabelecimentos comerciais são presos por furto de energia em Canoas

Publicação:

Instalações irregulares com ligações clandestinas foram constatadas em dois estabelecimentos, em Canoas.
Instalações irregulares com ligações clandestinas foram constatadas em dois estabelecimentos, em Canoas. - Foto: Polícia Civil
Por Alex Torrealba/Polícia Civil

A Polícia Civil prendeu nesta terça-feira (14) dois homens que são proprietários de estabelecimentos comerciais pela prática de furto qualificado, em Canoas. Os policiais diligenciaram, acompanhados de técnicos da concessionária de serviço público, em um bar e restaurante na Rua Guilherme Shell, em Canoas. 

No local, foi verificada a existência de uma instalação irregular, com uma ligação clandestina que vinha diretamente do poste para o estabelecimento comercial. Na sequência, foi fiscalizada uma empresa de instalação de som automotivo, a qual igualmente possui instalação irregular direto do poste de energia, sem relógio medidor, localizada na Rua Alexandre de Gusmão, também no município de Canoas. Diante dos fatos foi dada voz de prisão em flagrante aos proprietários dos estabelecimentos comerciais. 

O delegado Luciano Dias Peringer ressalta que o furto de energia por estabelecimentos comerciais está no foco de combate da DRCP, pois, além de gerar grandes perdas na rede de energia, com prejuízos arcados por toda a população e consequente diminuição de arrecadação de impostos, a conduta gera perigo e instabilidade na rede de energia, além de promover concorrência desleal. 

"Aquele que mantém comércio regularmente não consegue competir de forma igualitária com aquele que se vê livre do custo de energia intrínseco à atividade econômica".

 A ação foi realizada pela Delegacia de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio das Concessionárias e os Serviços Delegados (DRCP), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic).

Secretaria da Segurança Pública